Morte de aposentado agrava crise na saúde de Rosário do Catete

A oposição pediu semana passada na Câmara de Vereadores, a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias sobre serviços de saúde

População de Rosário do Catete reclama dos
serviços de saúde (Fotos: Arquivo Portal Infonet)
O tema principal da sessão da Câmara de Rosário do Catete nesta terça-feira (10) voltou a ser a crise na rede municipal de saúde. Há três semanas, a oposição levantou a necessidade da criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar várias denúncias que chegam àquela Casa sobre os péssimos serviços que são prestados pela administração municipal.
O assunto voltou a ser destaque em virtude da morte do aposentado João Batista Dias de Andrade, que chegou desmaiado, por volta das 9h da sexta-feira (6), ao posto de saúde do município, mas não recebeu o devido atendimento, e acabou morrendo na unidade por falta de médico no local.
Segundo informações, o profissional que estava de plantão deixou o trabalho sem que o colega que o iria substituir estivesse presente. O médico só chegou à unidade por volta das 9h50, antes disso, por falta de atendimento, o aposentado faleceu dentro do posto de saúde, apesar da existência de um médico do SAMU que se negou a prestar os primeiros socorros.
Fonte: Empauta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores