Bruno Gouveia vocalista do Biquini Cavadão publica na Internet poema em homenagaem ao filho morto

Fonte: O Globo
RIO - Bruno Gouveia, vocalista da banda Biquini Cavadão, publicou na quinta-feira, em seu blog , o poema "Partida", dedicado ao filho Gabriel Kfouri Gouveia, de dois anos, que morreu com a mãe, Fernanda Kfouri, em um acidente de helicóptero na Bahia, há uma semana. No texto, o cantor diz: "A morte de um filho é uma gravidez às avessas; volta para dentro da gente, para uma gestação eterna".
A morte de um filho / é uma gravidez às avessas / volta pra dentro da gente / para uma gestação eterna

Nesta sexta-feira, Bruno publicou no site oficial da banda uma carta aos fãs agradecendo o apoio e contando como soube da morte do filho e da ex-mulher. O cantor estava em Nova York com o irmão e um amigo, mas o guitarrista da banda foi ao seu encontro e disse que ele precisava voltar com urgência para o Brasil, sob o pretexto de um show importante. "Foi fundamental o seu cuidado comigo, me isolando de possíveis brasileiros que pudessem me dar a trágica notícia", escreveu Bruno, que só soube da tragédia quando chegou ao Rio de Janeiro.

A notícia, conta o vocalista, foi dada pelo irmão dele: "Então, meu irmão respirou fundo e me contou que Gabriel e a minha ex-mulher Fernanda haviam morrido num desastre de helicóptero em Trancoso. A irmã de Fernanda, Jordana, e seu filho Lucas, também pereceram. Me contou tudo que houve, que Fernanda ainda chegou com vida à praia mas faleceu no hospital. (...) - Meu anjinho.. - eu só conseguia dizer isso", escreveu.

"Foi o pior dia de minha vida, mas cada reza, energia, força, recado, me amparou muito. Ainda sofro mas, de agora em diante, terei de viver um dia de cada vez. Beijem seus filhos com carinho e fiquem com Deus", conclui a carta.
O vocalista tinha o blog 'Entre Mim e Você' e um canal no Youtube somente para relatar a vida de Gabriel Kfuri. O primeiro post publicado dizia: "Na primeira foto dá pra ver o neném de longe. A segunda é mais detalhada. No perfil é possível perceber a boca, o nariz, o contorno da cabeça... My babyyyyyyyyyyyyy!!!!".
Hoje com mais de 300 postagens - entre fotos, textos e vídeos -, o blog relata a primeira festa de aniversário, o primeiro beijo dado na mãe, broncas e até mesmo a morte de seu peixe de estimação e suas primeiras aulas.

Leia a íntegra do poema:

"PARTIDA
"a morte de um filho
"é uma gravidez às avessas
"volta pra dentro da gente
"para uma gestação eterna
"aninha-se aos poucos
"buscando um espaço
"por isso dói o corpo
"por isso, o cansaço
"E como numa gestação ao contrário
"a dor do parto é a da partida
"de volta ao corpo pra acolhida
"reviravolta na sua vida
"E já começa te chutando, tirando o sono
"mexendo os órgãos, lembrando o dono
"que está presente, te bagunçando o pensamento
"te vazando de lágrimas e disparando o coração,
"A morte de um filho é essa gravidez ao contrário
"mas com o tempo, vai desinchando
"até se transformar numa semente de amor
"e que nunca mais sairá de dentro de ti".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores