Flamengo goleia o Atlético-MG no Engenhão

Com informações O Globo
RIO - Por meia hora, Ronaldinho Gaúcho foi o jogador que a torcida do Flamengo espera. Foi o suficiente para fazer o time carioca voltar a vencer após quatro jogos no Campeonato Brasileiro, diminuindo a pressão pelas atuações abaixo da média das rodadas anteriores. Recuado para o meio-campo após a entrada de Negueba, aos 15 minutos do segundo tempo, quando a equipe perdia por 1 a 0, o camisa 10 marcou o gol de empate e despertou na partida, comandando a goleada por 4 a 1 sobre o Atlético-MG, no Engenhão, pela sexta rodada do Brasileiro. Thiago Neves fez o segundo e Deivid marcou duas vezes, completando o placar. No fim, em vez das vaias do domingo passado, no mesmo estádio, Ronaldinho teve seu nome gritado pelos 16 mil torcedores presentes.

Com a segunda vitória no Brasileiro, o Flamengo chegou aos dez pontos e agora está em quinto lugar na classificação, mas pode cair após o complemento da rodada, domingo. Quarta-feira, o time da Gávea enfrenta o América-MG, fora de casa. No dia seguinte, o Atlético-MG recebe o Internacional, também em Sete Lagoas.

O Flamengo dominou o primeiro tempo, mas não por méritos próprios. Errando muitos passes, o Atlético-MG mal passava do meio do campo. Mas os donos da casa não conseguiam transformar a posse de bola em perigo para o gol de Renan. O primeiro chute saiu apenas aos 23 minutos, numa tentativa de fora da área de Renato Abreu, rente à trave esquerda. Logo depois, Leo Moura se antecipou a Wanderley mas também bateu para fora, à direita.
Vaiado pela torcida no clássico contra o Botafogo, Ronaldinho Gaúcho tentou participar das jogadas de ataque, movimentando-se por diversas posições, mas não vinha tendo sucesso nos lances individuais e nem nos passes para os companheiros. Aos sete minutos, cobrou uma falta por cima do gol, sem perigo. Aos 44, recebeu na área e tentou de bico, mas Renan defendeu com facilidade.
O Flamengo voltou do intervalo atacando, e assustou com um chute cruzado de Wanderley, aos quatro. Mas as conhecidas falhas na defesa voltaram a cobrar seu preço. Aos oito, Serginho bateu falta para a área e ninguém marcou o volante Dudu Cearense, que apenas raspou de cabeça para fazer 1 a 0, num dos raros ataques do Atlético-MG na partida.
Ronaldinho: gol, pedido de silêncio e reverência à torcida
Leo Moura e Thiago Neves abraçam Ronaldinho Gaúcho - Foto: Ivo Gonzalez
O técnico Vanderlei Luxemburgo não demorou a mexer na equipe, trocando o zagueiro David Braz e o atacante Wanderley por Negueba e Deivid. Com o Atlético-MG recuado, o Flamengo passou a pressionar. E o empate saiu logo aos 22: a defesa do Galo cortou mal um cruzamento e a bola sobrou para Ronaldinho Gaúcho, que dominou e bateu com estilo, no canto esquerdo. Na comemoração, esboçou um pedido de silêncio com o dedo mas emendou um sinal-da-cruz e correu para comemorar com a torcida, fazendo uma reverência para a arquibancada.
O gol animou o camisa 10. Jogando como meia, Ronaldinho passou a participar mais ativamente da partida. E o time rubro-negro cresceu. Thiago Neves teve duas boas chances seguidas, aos 23, e Ronaldinho quase marcou o segundo aos 24, aproveitando rebote de Renan, mas bateu para fora.
Com o Galo totalmente perdido, o Flamengo continuou em busca da virada, que saiu aos 30: Negueba, que teve boa atuação pela direita, bateu cruzado e Thiago Neves, livre na pequena área, só precisou tocar para o gol vazio. Mais ligado, Ronaldinho se movimentava e distribuía o jogo com desenvoltura. Deivid, que tinha perdido uma chance incrível na pequena área, se redimiu com um belo chute no ângulo esquerdo, fazendo o terceiro aos 42. O quarto do Flamengo, segundo do camisa 9 na partida, foi mais fácil: Leo Moura cruzou e Deivid, a um metro do gol, só empurrou para as redes.
FLAMENGO 4 X 1 ATLÉTICO-MG
Local: Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Alessandro Rocha de Matos (BA)
Renda e público: R$ 392.100,00 / 14.054 pagantes
Cartões amarelos: Thiago Neves, Guilherme e Dudu Cearense.
Gols: Dudu Cearense, 6'/2ºT (0-1), Ronaldinho Gaúcho, 21'/2ºT (1-1), Thiago Neves, 30'/2ºT (2-1), Deivid, 41'/2ºT (3-1), Deivid, 46'/2ºT (4-1).
FLAMENGO: Felipe; Welinton, David Braz (Negueba, 14'/2ºT) e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Luiz Antonio (Muralha, 38'/2ºT), Renato, Thiago Neves e Junior Cesar; Ronaldinho Gaúcho e Wanderley (Deivid, 14'/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Patric, Leonardo Silva, Réver e Guilherme Santos; Serginho, Dudu Cearense, Giovanni Augusto (Toró, 25'/2ºT) e Daniel Carvalho (Renan Oliveira, intervalo); Magno Alves (Neto Berola, intervalo) e Guilherme. Técnico: Dorival Junior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores