Delegado só aparece na cidade duas vezes por semana

Por Delano Mendes

Quem for vítima de algum crime em Santa Luzia, e precisar prestar queixa, terá que escolher o dia para ir em busca de ajuda policial. É que o delegado só atende na cidade às segundas e quartas-feiras. Nos outros dias da semana, ele fica no município vizinho, Indiaroba. Os moradores dizem que esta situação faz com que muitos casos não sejam solucionados.

"Na maioria das vezes, queremos fazer um Boletim de Ocorrência e não encontramos ninguém na delegacia. Eles nos mandam ir para Estância ou Indiaroba, mas quando chegamos a essas cidades, mandam voltar para Santa Luzia. O povo só perde tempo e nada se resolve. Tem gente que desiste de buscar seus direitos", reclama o pescador José Antônio Batista dos Santos.

A população também reclama que a delegacia funciona de forma improvisada dentro do antigo posto de saúde do município. "É um absurdo que uma cidade não tenha um lugar próprio para a polícia ficar, nem possua policiais suficientes. Muitas vezes a gente sabe quem comete os crimes, mas procura a polícia e ela não funciona", lamenta o professor Wilson Anastácio.

A falta de efetivo fez com que vítimas de um assalto a um ônibus de transporte alternativo ficassem sem atendimento na última segunda-feira, dia 4. Segundo relato de um dos passageiros, como a queixa foi prestada à noite, não havia escrivão presente para lavrar o Boletim de Ocorrência. Ele foi instruído a buscar atendimento em Estância, a 10km de Santa Luzia.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP -, o fato de a delegacia funcionar no antigo posto médico ocorre por falta de imóveis disponíveis para alugar em Santa Luzia. "A cidade é muito pequena, e tivemos dificuldade para buscar um novo local para a delegacia, que funcionava num prédio bastante deteriorado. Por isso, fizemos um convênio com a prefeitura que nos cedeu o espaço no prédio do posto", explica a coordenadora de Delegacias do Interior, Viviane Pessoa.

A SSP afirma que a questão do efetivo reduzido só poderá ser resolvida com a realização de novo concurso público. Há previsão de abertura de vagas para policiais civis, que atuariam exclusivamente no interior, em novembro. A Coordenadoria de Delegacias do Interior afirma que o delegado sempre se desloca para a Santa Luzia, mesmo fora de seus dias de plantão, quando sua presença é considerada imprescindível. "Basta ligar e ele avalia cada caso", ressalta Viviane Pessoa.

Fonte: Cinform.com
Foto: Ana Lícia Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores