Ex-governador Faria Lima morre aos 93 anos

Com informações Folha Uol

O ex-governador do Rio Floriano Peixoto Faria Lima morreu às 9h deste sábado aos 93 anos.

Ele estava no Hospital Naval Marcílio Dias, mas a Marinha não informou a causa da morte nem se passava por algum tipo de tratamento.

O corpo será cremado na quarta-feira (13), às 10h, no Memorial do Carmo, no Caju, zona norte do Rio. De acordo com a Marinha, não haverá velório.

Nascido na cidade do Rio de Janeiro, na época Distrito Federal, Faria Lima foi nomeado, no governo Jânio Quadros, subchefe da Marinha no Gabinete Militar da Presidência da República, exercendo este cargo até a posse de João Goulart.

Em 1967, foi nomeado adido militar junto às embaixadas do Brasil em Washington e Ottawa, ocupando, nos anos seguintes, cargos no Estado-Maior das Forças Armadas e na Petrobras, chegando à presidência da empresa quando da saída de Ernesto Geisel para assumir a Presidência da República.

Faria Lima comandou o Estado do Rio de 1975 a 1979, quando houve a fusão entre o Rio e a Guanabara.

Seu governo marcou o fim da primeira etapa das obras do Metrô do Rio, que foram inauguradas no dia 5 de março de 1979.

Ao término de seu governo, no mesmo ano, deixou a vida pública, voltando-se para a iniciativa privada. Ele é irmão do ex-prefeito de São Paulo José Vicente Faria Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores