Bens tombados continuam sendo vistoriados

Foto: Ascom/Secc/Divulgação
A equipe vem percorrendo o Estado vistoriando os monumentos tombados pelo Governo Estadual como parte do levantamento que a SUBPAC está fazendo de todo o patrimônio histórico e cultural do Estado.

Aracaju (26 ago) - Os municípios de Maruim e Rosário do Catete receberam na manhã desta quinta-feira, 25, a visita dos técnicos da coordenadoria de patrimônio da Subsecretaria de patrimônio Histórico e Cultural (SUBPAC), ligada à Secretaria de Estado da Casa Civil (SECC). A equipe vem percorrendo o Estado vistoriando os monumentos tombados pelo Governo Estadual como parte do levantamento que a SUBPAC está fazendo de todo o patrimônio histórico e cultural do Estado. (Leia mais)


Em Maruim a vistoria foi feita na Igreja Bom Jesus dos Passos, mais conhecida como Igreja da Matriz, já em Rosário os técnicos examinaram o monumento conhecido como Sobrado localizado na rua Padre Rocha Vilar. Segundo o arquiteto da coordenadoria de patrimônio da SUBPAC, Edílio Lima, as visitas têm o objetivo de monitorar os bens tombados. “Se, ao realizarmos a inspeção, detectamos alguma irregularidade, informamos ao órgão competente do estado, no caso a Cehop, e ao órgão competente no município onde está o monumento que pode ser a prefeitura, a arquidiocese ou um particular”, explica Edílio.

O arquiteto ressalta também que é produzido um relatório detalhado com a situação em que os bens tombados se encontram. “Ao final dessas vistorias produzimos um relatório técnico de avaliação do monumento e um parecer do que deve ser feito em relação ao patrimônio. É nosso papel também fazer a fiscalização de obras que estão sendo realizadas nos monumentos tombados pelo estado”, ressaltou Edílio Lima. Nas inspeções, a equipe, formada por arquiteto, fotógrafo e técnicos da área da museologia, avaliam a estrutura do bem e as condições do acervo.

Para o responsável pela Igreja Bom Jesus dos Passos, padre Paulo Sales, trabalhar em parceria com o Governo é uma ótima oportunidade de manter viva a história do estado. “Esse primeiro contato que tivemos é um passo muito importante para a conservação dos bens culturais. Sem sombra de dúvida que esse interesse do Governo do Estado para com a cultura e a história do nosso povo é valiosíssimo”, afirmou o religioso.

Fonte: Portal JC.Net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores