Autor criou cena falsa para evitar vazamento de "Insensato Coração"

Atores da novela Insensato Coração | Foto:
Divulgação/TV Globo
da Folha Uol / Por: VITOR MORENO DE SÃO PAULO
Todo noveleiro que se preze acompanha não só os capítulos que vão ao ar, mas tudo o que é escrito sobre a novela que gosta. Tem até quem odeie ficar sabendo com antecedência dos fatos importantes que ainda estão por vir, mas está cada vez mais difícil ficar imune às detalhadíssimas descrições de cenas que vão parar na internet ou em revistas.

"Insensato Coração", da Globo, é uma das que mais vem sofrendo com o vazamento de cenas. Vira e mexe, um fato importante que ainda está longe de acontecer é descrito com riqueza de detalhes --muitas vezes com todos os diálogos. Não precisa nem dizer que, quando a cena vai ao ar, está tudo lá, tal qual o espectador havia lido antes.
Para Ricardo Linhares, coautor da novela com Gilberto Braga, o problema ocorre após o capítulo ser entregue à produção e distribuído às "dezenas de pessoas" que trabalham na equipe da novela.
"O capítulo se torna, digamos assim, de domínio público", afirma. "A partir deste momento, eu não tenho mais controle sobre ele."
Ele nega que o vazamento das cenas seja benéfico para a divulgação da novela. "Não acredito que desperte a curiosidade do espectador saber o que vai acontecer daqui a um mês", diz.
Para evitar que isso continuasse acontecendo, Linhares passou a escrever cenas falsas e misturá-las com as de verdade.
"Na época em que foi resolvida a trama que esclarecia a sabotagem do avião, em que revelamos que Léo [Gabriel Braga Nunes] foi o responsável pela morte de Luciana [Fernanda Machado] e pelo crime que Pedro [Eriberto Leão] acabou pagando, eu escrevi cenas falsas, em que o personagem Umberto [José Wilker] voltava à novela", diverte-se.
A falsa volta de Wilker foi bastante noticiada, na época.
"Nestas sequências, ele seria a pessoa que orientava Léo a cometer crimes, para destruir a família de Raul [Antônio Fagundes]. E Umberto seria o pai de Irene [Fernanda Paes Leme]. Escrevi uma sequência de cenas para entrar no lugar das cenas verdadeiras, em que Pedro investigava e descobria os crimes de Léo."
Apesar de não ser uma novidade --em "Passione", sequências "de mentirinha" chegaram a ser gravadas e publicadas no site da novela--, a estratégia deu certo. "Eu consegui despistar", gaba-se.
O autor diz pode voltar a fazer isso agora que a novela se aproxima de sua reta final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores