Objetos são furtados dentro do camarim da F1

Imagine ser contratado para trabalhar numa boate e, na saída, descobrir que seus pertences foram furtados dentro de um camarim. Por incrível que possa parecer, isso aconteceu na madrugada deste sábado, 27, na boate F1, localizada na avenida Paulo Barreto de Menezes, bairro Farolândia.

Modelos, dançarinos, cantores e djs  que trabalharam na boate na noite da sexta-feira, 26, deixaram mochilas, carteiras e outros pertencem no camarim. Local que teoricamente seria seguro para guardar os objetos. Mas não foi o que aconteceu. (Leia mais)

Por volta das 4h30, deste sábado, todos descobriram que a ‘segurança’ de um camarim, restrito somente a pessoas que trabalhavam no evento, não foi suficiente para impedir o furto dos seus pertences.

“O camarim da boate fica na parte superior, e poucas pessoas tinham acesso a ele. Não entendo como isso aconteceu”, lamenta o modelo Igor Gomes Bomfin, que foi contrato por uma agência de publicidade para trabalhar na festa. 

REGISTRO DE OCORRÊNCIA
Prestaram queixa do furto na Delegacia Plantonista, além do modelo Igor Gomes, a estudante e modelo Eduarda Melo Martins e a cantora Renata Abreu Damasceno, da banda Unique, que se apresentou na boate.  De acordo com Eduarda Melo, ela estava trabalhando como promotora de uma empresa no evento realizado na boate, e deixou sua mochila assim que chegou ao camarim da boate.

“Eu sai do camarim por volta da 00h, depois de me maquiar e arrumar o cabelo eu fui para a área vip e trabalhei até o final da festa. Quando voltei para pegar minha mochila descobri que ela havia desaparecido”, conta Renata. Dentro da mochila havia os seguintes documentos: carteira de identidade, CPF, título de eleitor, cartões de estudante da UFS e do seu local de trabalho. E mais, R$ 70.

Além dos pertences da jovem, dentro da sua mochila também estavam os pertences do modelo Igor. “Levaram meu celular, alguns cartões e R$ 170. Isso é um absurdo, porque foi dentro do camarim. Esse foi um trabalho perdido”, lamenta Igor Gomes.

Já da cantora Renata Abreu foi levado do camarim sua bolsa, contendo carteira de identidade, CPF, cartões, objetos de maquiagem, celular e R$ 10. O caso será investigado pela 4ª Delegacia Metropolita de Polícia.

Fonte: Portal Cinform

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores