Osso frontal de homem de 170 mil anos é descoberto na França

Os restos encontrados era de caçador nômade com cerca de 25 anos
Foto: Sebastien Nogier/France Presse

O osso frontal de um homem de 170.000 anos foi descoberto em uma gruta marítima situada em Lazaret (sudeste da França), informou um grupo de cientistas na quarta-feira.

O caçador nômade da Côte d'Azur francesa tinha cerca de 25 anos quando morreu. Os indícios, explica a paleontóloga Marie-Antoinette de Lumley, vêm das suturas dentadas do osso frontal, que ainda não estavam soldadas. (Leia mais)


"Com esta fronte, bastante baixa e esmagada, é possível ver uma parte do rosto", disse a pesquisadora, que destacou a raridade da descoberta feita por um grupo de estudantes que participam nas escavações.

Provavelmente a descoberta se trata de um dos últimos Homo erectus, cuja descoberta poderá proporcionar informações adicionais para entender a evolução de seu sucessor, o homem de Neandertal

Fonte: France Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores