ESPORTE | Mano fala sobre problemas na defesa e no ataque

Leandro Damião lamenta após perder chance de marcar; Brasil e Argentina
decepcionam e ficam no zero | Foto: Victor R. Caivano/Associated Press
O técnico Mano Menezes, sempre polido e monótono nas suas entrevistas coletivas, fugiu um pouco ao seu estilo e se não deu os nomes dos jogadores que não lhe agradaram no empate em 0 a 0 com a Argentina na noite desta quarta-feira, pelo menos falou sobre os setores da sua equipe. E deixou claro sua insatisfação com a zaga e o ataque em alguns momentos do jogo.


"O que mais me preocupava era o sistema defensivo. Eram seis jogadores que não se conheciam", começou o treinador, que prosseguiu. "Do lado esquerdo, tivemos que adiantar o Kleber porque a Argentina jogou com alas. Aí eles infiltravam um jogador nas costas e criava dificuldades, porque o Réver estava com dificuldades para fazer a cobertura. Do outro lado o Danilo e o Dedé estavam bem", analisou o comandante.


O técnico também teceu comentários sobre o ataque, o qual ele esperava um pouco mais.

"Em determinados momentos, ficamos muito estáticos. E isso facilitou a marcação [da Argentina]. Quando fizemos a inversão, com o Neymar saindo da esquerda, o Ronaldinho jogando pelo meio, conseguimos criar [oportunidades] em outra situação a não ser de costas [para o gol]", falou.

Questionado sobre o motivo de não ter colocado o meia Lucas, do São Paulo, nem na segunda etapa, Mano foi lacônico. "Porque não deu", finalizou.

Fonte: Folha Uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores