ESPORTE | Thiago Neves marca, Fla vira sobre América-MG e vence após 10 jogos

Foto: Reprodução Internet

Rio - Após 49 dias tenebrosos, o torcedor do Flamengo voltou a sorrir. Na raça, o Rubro-Negro virou ontem para cima do lanterna América-MG, fez 2 a 1, e pôs fim a um jejum de 10 jogos sem vitória no Brasileiro. 

Com o resultado, o time chegou aos 41 pontos, na 6ª posição, e só não entrou no G-5 porque o Fluminense empatou com o Atlético-PR (1 a 1), aos 48 do segundo tempo. Na 27ª rodada, domingo que vem, o Flamengo visita o São Paulo.


Sem Ronaldinho, suspenso, Vanderlei Luxemburgo optou por Bottinelli e mudou o esquema para o 3-5-1. O treinador queria congestionar o meio e dar liberdade a Thiago Neves. A mudança acabou amarrando o jogo e, nos primeiros 15 minutos, apenas uma chance, num chute de Renato.

Após o início truncado, o América-MG deixou o respeito de lado e por pouco não abriu o placar. Aos 16, Kempes arriscou de fora da área e obrigou Felipe a grande defesa. Na sequência, o próprio Kempes perdeu gol incrível, ao driblar Felipe e chutar para fora.

Melhor em campo, o time mineiro finalmente acertou o pé e a rede. Aos 29, Bottinelli fez pênalti em Luciano, que Kempes cobrou com categoria. Felipe acertou o canto direito, mas nada pôde fazer: 1 a 0.

Em desvantagem no placar, Vanderlei gesticulava muito na beira do campo, tentando corrigir a equipe. Sem sucesso. Antes do fim da etapa, Amaral cobrou falta com violência e exigiu que Felipe, bem colocado, colocasse para escanteio.

Irritado com o desempenho da equipe, Vanderlei iniciou o segundo tempo com Thomaz no lugar de Bottinelli, Deivid na vaga de Jael e Diego Maurício substituindo Maldonado. Com as mudanças, o Flamengo ganhou agilidade na saída de bola e passou a pressionar o América-MG. Mas ainda não conseguia concluir com qualidade. Com a vantagem, o Coelho se fechou e abdicou do jogo.

Quando o América-MG praticamente andava em campo, o Flamengo chegou ao empate com Deivid. Léo Moura fez boa jogada na direita e cruzou na medida para o atacante escorar para a rede, aos 16.

O gol deu ânimo ao time, que passou a pressionar mais. O América-MG tentava segurar o empate, com Neneca se desdobrando e fazendo grandes defesas. Até que, aos 43, Thiago Neves aproveitou bate-rebate na área e fez de cabeça. O gol foi irregular, pois Deivid, impedido, participou da jogada. Mas valeu a festa da vitória, que devolve a paz à Gávea.


Por: RAFAEL PAIVA
Fonte: O Dia Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores