Reforma do Parque dos Cajueiros é destacada pelo líder do governo na AL

Parque dos Cajueiros | Foto:
Reprodução Internet

Por: Gilson Sousa/assessoria parlamentar

A reforma que vem sendo feita pelo governo do Estado no Parque dos Cajueiros foi tema do pronunciamento do líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Gualberto (PT), nesta quinta-feira (1°). Segundo ele, trata-se da recuperação de um dos mais importantes espaços de lazer da capital que havia sido abandonado pelo ex-governador João Alves durante os seus governos.

“Foi exatamente no governo que recebia o apoio do deputado Augusto Bezerra (DEM), que o parque foi completamente destruído. O governador Marcelo Déda, quando assumiu, encontrou apenas a bagaçada”, disse Gualberto, criticando a declaração de Bezerra sobre a reforma. “O deputado que destruiu o parque agora diz que o espaço servirá como estacionamento para 1.500 carros para frequentadores dos bares da região. Isso é uma mentira sem cabimento”.

Inaugurado em dezembro de 1990, no governo de Antônio Carlos Valadares, o Parque dos Cajueiros, após a reforma que já está com 50% das obras concluídas, contará com restaurante, lanchonete, pier, guarita, postos de serviços, campo de futebol, quadras poliesportivas, além de estacionamento para exatamente 77 automóveis. “Nenhuma área de lazer em Sergipe tem vaga para 1.500 veículos. Portanto, precisamos saber aonde o deputado Augusto Bezerra colocou as 1.423 vagas de estacionamento que ele diz existir a mais”, cobra Gualberto.

No total, após as duas etapas da obra, o investimento ficará em R$ 8.327.411,00. “É um equipamento público de grande relevância. Não distingue classe social entre os frequentadores, como tentou insinuar o deputado Augusto Bezerra. É feito pelo governo e não pode ser visto como local que sirva somente para ricos ou para pobres. É para toda a comunidade usufruir”, afirma o líder do governo.

O novo parque contará também com um posto de saúde e posto da Polícia Ambiental, além de um projeto de paisagismo totalmente integrado ao ambiente. “Nenhuma árvore do parque foi retirada na reforma. A obra está sendo feita com inspeção da Adema e outros órgãos ligados ao meio ambiente em Sergipe. Os frequentadores estarão em contato direto com a natureza o tempo todo”, informa Gualberto.

Fonte: Agência Alese

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores