VISÃO POLÍTICA | PSD em Sergipe, contará com 12 prefeitos

Por: Valter Lima

Mesmo com toda pressão de partidos que perderam filiados, o PSD conseguiu até semana passada o registro de 11 diretórios estaduais junto aos tribunais regionais eleitorais, dois a mais do que o número mínimo necessário para sua criação. Além disso, a nova sigla, comandada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, já conta com as 490 mil assinaturas de apoio, outro requisito para sua efetivação. Em Sergipe, o pedido de registro foi feito na última quinta, 8.


Agora o novo partido aguarda uma posição da Procuradoria Geral Eleitoral, que pediu mais dez dias para analisar o processo e só depois disso é que o Tribunal Superior Eleitoral - TSE - decidirá se de fato a nova sigla poderá ser criada. A sigla de Kassab corre contra o tempo, pois precisa ter tudo formalizado até o dia 7 de outubro para que possa inscrever candidatos nas eleições municipais do ano que vem.

Em Sergipe, o PSD já realizou a sua primeira reunião formal. Ela ocorreu no último dia 31, com a presença do governador Marcelo Déda, PT, líder político que está monitorando esta sigla no Estado. "O PSD está recebendo aqueles que estavam descontentes com seus partidos. O PSD é o partido onde estão os meus amigos", disse Déda no evento.

Na Assembleia do Estado, a sigla terá três deputados estaduais - Jeferson Andrade (atualmente no PDT), Luiz Mitidieri (ainda no PSDB) e Gustinho Ribeiro (que foi eleito pelo PV). Na Câmara de Vereadores de Aracaju, o PSD contará com Fábio Mitidieri e Ivaldo José (ambos do PDT). Especula-se ainda que a vereadora Mirian Ribeiro, PSDB, também se filie ao novo partido.

Em número de prefeitos, o PSD já nasce grande em Sergipe. Nove já foram confirmados: Ivan Leite, PSDB/Estância; Ricardo Souza, PDT/Macambira; José Carlos, PPS/Feira Nova; Ivan Macedo, PT do B/Riachão do Dantas; Jailton Rocha, 'A Morte', DEM/Cedro de São João; Adalto do Amor, PSB/Santa Luzia; Ricardo Roriz, PT/Santana do São Francisco; Eduardo Prado, PTB/Santa Rosa de Lima. Outros três estão em conversa. Em Sergipe, o partido trabalha assim para efetivar diretórios em 12 municípios.

PSD NACIONAL
Os Tribunais Regionais Eleitorais julgaram procedentes os pedidos de registro do PSD em Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Tocantins, Rio Grande do Norte, Piauí, Rondônia, Rio de Janeiro, São Paulo e Acre. De acordo com Kassab, o partido estará apto a disputar as próximas eleições.

"É lógico que vamos disputar as eleições de 2012. Estamos habilitados. A partir de agora, vamos começar o processo de filiação no país inteiro, transformando em filiados aqueles que eram associados. E, assim como qualquer partido, estamos nos preparando para entregar à Justiça no dia 7 de outubro a relação de nossos filiados, em especial aqueles que serão candidatos a vereador e a prefeito", disse.

O PSD também já encaminhou ao TSE sua defesa em relação aos pedidos de impugnação apresentados pelo DEM e PTB. Para o primeiro, que alegou haver fraudes no registro de assinaturas, o PSD sustentará em sua defesa que houve uma ação orquestrada por inimigos para atrapalhar o processo. Até o momento, 48 deputados federais já declararam que irão para a nova sigla.

Relatora do pedido de registro do PSD, a ministra do TSE Nancy Andrighi encaminhou os autos do processo ao MPE, que irá emitir parecer sobre a solicitação do partido em formação. De acordo com a Resolução 23.282/2010, do TSE, o MPE tem até o dia 20 deste mês para emitir o parecer e, se for o caso, apontar as falhas a serem corrigidas pelo pretenso novo partido. Na hipótese de haver falhas no pedido de registro, o PSD terá outros 10 dias para corrigi-las.

Fonte: Portal Cinform

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Seguidores